Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Nacional – SP   [email protected]  

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Danilo Queiroz

Pr. Danilo Queiroz

Sede Estadual – CE   [email protected]  

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Marcelo Torres

Pr. Marcelo Torres

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Alexandre Teodoro

Pr. Alexandre Teodoro

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Márcio Candido

Pr. Márcio Candido

Sede Estadual – PA [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Weslley Santos

Pr. Weslley Santos

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Ademir Pereira

Pr. Ademir Pereira

Sede Estadual - RN [email protected]  

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB [email protected]

Dicas para fazer compras durante o confinamento

Se você está preocupada com a sua saúde e a saúde das pessoas ao seu redor, siga os conselhos que vamos apresentar para fazer compras durante o período de confinamento.

Os primeiros dias de confinamento foram um caos no momento de ir às compras. Algumas pessoas, por exemplo, começaram a comprar uma grande quantidade de alimentos por precaução. Contudo, com o tempo, percebeu-se que não era necessário estocar alimentos sem motivo. Por isso, recomendamos que você siga essas dicas para fazer as compras durante o confinamento e, assim, evitar riscos de contágio.

Antes de comprar

Em primeiro lugar, é importante que você planeje tudo o que vai comer ao longo da semana. Por quê? Para anotar tudo o que for essencial e, assim, sair o menos possível de casa, mesmo que agora você tenha mais tempo livre. Se for possível, anote as quantidades de acordo com o número de pessoas com quem você vive, pois é aconselhável ir apenas uma pessoa por família ao mercado.

A seguir, é importante fazer uma breve observação sobre quais são alguns dos alimentos básicos e imprescindíveis para que não faltem na sua casa.

-Frutas frescas (pelo menos 3 a 4 tipos diferentes).

-Verduras e legumes frescos, congelados ou em conserva.

-Arroz, macarrão e qualquer outro cereal, como milho, quinoa, etc. Como são produtos secos, duram bastante tempo. Além disso, você pode cozinhar uma quantidade maior para que, depois, seja mais fácil preparar qualquer prato rapidamente.

-Leguminosas crus ou cozidas.

-Peixes em conserva ou congelados. Outra opção é comprar peixe fresco e congelar quando chegar em casa.

Antes de sair de casa, lembre-se de levar suas próprias sacolas de pano ou carrinho de compras. Por um lado, para evitar o desperdício de plástico e reduzir a poluição ambiental.

Por outro lado, as sacolas também servem para não tocar nos carrinhos ou nas cestas disponíveis no supermercado, pois pode haver vestígios de partículas mesmo que tudo seja desinfetado com mais frequência. E aproveite antes de sair pela porta para lavar bem as mãos com água e sabão.

Ao chegar no mercado, lembre-se dessas dicas para fazer compras durante o confinamento

Assim que entrar ou logo antes, desinfete as mãos com o gel que o estabelecimento deixa à disposição e coloque luvas descartáveis. Embora você possa colocá-las em casa, não é o mais recomendado, pois inconscientemente você pode se coçar ou tocar em alguma superfície, como a maçaneta da porta ou o botão do elevador (lembre-se de que você pode usar as escadas se for possível).

Por esse motivo, use as luvas exclusivamente para fazer as comprar e jogue-as no lixo mais próximo do mercado. Use a máscara sem removê-la em nenhum momento e evite tossir, espirrar ou falar perto dos alimentos (especialmente perto daqueles que são vendidos a granel), e nem pense em ir às compras mascando chiclete.

Sempre tente respeitar a distância mínima de segurança de 1,5 a 2 metros ao caminhar pelos corredores procurando pelos produtos que você estiver precisando.

No momento de pagar

Primeiro, respeite sua vez na fila do caixa, sempre mantendo a distância recomendada dos outros consumidores e dos funcionários do mercado. Procure dar preferência aos cartões no momento do pagamento. No entanto, você também pode levar o dinheiro contado e, assim, reduzir o risco de contaminação, pois o metal é o material em que o vírus permanece por mais tempo.

Quando chegar em casa

Deixe as sacolas no chão para evitar o contato com a superfície de manipulação e de consumo dos alimentos. Em seguida, guarde os produtos que comprou e, depois de fazer isso, lave bem as mãos com água e sabão.

Por fim, lave e desinfete todas as frutas e os legumes usando uma mistura de água e água sanitária. Embora o coronavírus não seja transmitido pelos alimentos, isso ocorre com outros microrganismos.

Em resumo: prevenção acima de tudo, para a sua saúde e a de outras pessoas, especialmente para os mais vulneráveis, como as crianças, os idosos e as pessoas com defesas baixas.

Fonte: Sou Mamãe


bannerMemorial

Aguarde novas atualizações