Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual – CE pr.crescio@pazevida.org.br

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL pr.carlospinheiro@pazevida.org.br

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE pr.delson@pazevida.org.br

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   pr.sandropinheiro@pazevida.org.br

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM pr.luciano@pazevida.org.br

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI pr.marciodasilva@pazevida.org.br

Pr. Rodrigo Rosa

Pr. Rodrigo Rosa

Sede Estadual - GO pr.rodrigorosa@pazevida.org.br

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG pr.joaquimneto@pazevida.org.br

Pr. Elianderson Castro

Pr. Elianderson Castro

Sede Estadual – PR pr.elianderson@pazevida.org.br

Pr. Alex Oliveira

Pr. Alex Oliveira

Sede Estadual – PA pr.alexoliveira@pazevida.org.br

Pra. Marta Aguiar

Pra. Marta Aguiar

Sede Estadual – SC pra.martaaguiar@pazevida.org.br

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE pr.gilvamgomes@pazevida.org.br

Pr. Gilson Marques

Pr. Gilson Marques

Sede Estadual – RS pr.gilsonmarques@pazevida.org.br

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ pr.danyelpagliarin@pazevida.org.br

Pr. Ubyratan Araújo

Pr. Ubyratan Araújo

Sede Estadual – BA pr.ubyratan@pazevida.org.br

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   pr.neilton@pazevida.org.br  

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual - RN pr.jeanvilela@pazevida.org.br

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal pr.fabiohenrique@pazevida.org.br

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB pr.reginobarros@pazevida.org.br

Pr. Luiz Carlos

Pr. Luiz Carlos

Sede Estadual – MA pr.luizcarlos@pazevida.org.br

2. AS ESCRITURAS SAGRADAS

2-   AS ESCRITURAS SAGRADAS

Cremos nas Escrituras Sagradas como a Palavra Viva de Deus aqui na Terra porque o próprio Senhor Jesus testificou de sua verdade e origem. Desde a sua tentação no deserto, bem como em seus sermões, ou profecias, Jesus sempre dizia: “está escrito” ou “nunca lestes?”, e jamais pregou sobre tradições religiosas ou textos extra bíblicos, a não ser para combatê-los (Mt 4:4, 4:6, 4:7, 4:10, 5:17-18, 11:10, 21:13, 21:42, 22:29-32, 23:35, 25:31, 26:24, 26:31, Mc 2:25, 7:6, 9:12, 9:13, 10:5, 11:17, 12:10, 14:21, 14:49, Lc 4:16-21, 6:3, 10-26, 17:26, 18:31, 20:17, 22:37, Jo 6:45, 8:17, 10:34-36).

Jesus, ressuscitado, confirmou a veracidade das Escrituras, mostrando seu fiel cumprimento, pregando desde Moisés, os Profetas e Salmos (Lc 24:25-44), e ainda abriu os entendimentos dos discípulos para compreenderem as Escrituras (Lc 24:46).

Cremos que Jesus citou largamente a Escritura hebraica, assim como os demais Apóstolos, porque o Novo Testamento ainda não havia sido escrito; mas cremos que o Novo Testamento é igualmente bíblico e inspirado por Deus, porque traz os “escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu Nome” (Jo 20:31, Ap 1:19, 2:1, 2:8, 2:12, 2:18, 3:1, 3:7, 3:14, 14:13, 19:9, 21:5).

Por isso, cremos totalmente na inspiração Divina das Escrituras, tanto no Antigo como no Novo Testamento (2 Tm 3:16-17), e que a Bíblia é um livro divino-humano, assim como Jesus é Deus e perfeitamente humano (Jo 5:27, 8:28, I Tm 2:5). Humano, porque foi escrito por homens e, às vezes, manifesta pensamentos e sentimentos humanos, como, por exemplo, os discursos errôneos feitos sobre Deus pelos amigos de Jó (Jó 42:7), e tem fatos históricos e políticos que pertencem aos homens, como muitas partes dos livros de Reis e Crônicas.

Cremos que a Bíblia é um Livro Divino, porque é obra de homens inspirados por Deus (II Tm 3:16), sendo que seus escritores e profetas foram guiados para trazer-nos palavras revestidas de sentido mais profundo, que eles mesmos, muitas vezes, desconheciam (I Pe 1:10-12, Dn 8:15, 12:8-12). Por isso os seus escritores são chamados de “homens impelidos pelo Espírito Santo” (Êx 24:12, 34:27, Nm 31:21, Dt 32:46-47, Js 1:7, Ed 7:6, II Sm 23:2, Is 30:8, Jr 30:1-3, 36:1-2, Ez 24:1-2, Hc 2:2, II Pe 1:20-21, Ap 1:19, 19:9, 21:5, 22:6).

Cremos que a aceitação da Bíblia como Palavra de Deus é uma questão de fé e não de ciência sem, contudo, ser irracional e ilógica, pois a cada dia que passa a Ciência confirma as Escrituras ao invés de desmenti-la.

A própria Bíblia testifica que seus escritos saem da boca de Deus (Êx 5:1, Nm 14:28, Js 7:13, I Sm 2:27, 2 Sm 7:5, I Rs 11:31, 12:24, 13:2, II Rs 1:417, 7:1-19, Is 7:7, 38:5, 43:1, Jr 2:2, Ez 2:1-5, Jl 2:12, Am 1:3, Ob 1:1, Mq 2:3, Ag 1:2, Zc 1:3, Ml 1:4), o que o nosso coração confirma, porque, ao ler a Bíblia, sentimos Deus falando conosco. Nenhum outro livro na Terra proporciona isso.

Cremos que a Bíblia merece total confiança como revelação de Deus, porque é o único Livro que relata o passado, o presente e o futuro, sendo que as dúvidas e interrogações devem-se, principalmente, à incapacidade humana de interpretá-la.

Cremos que, para entendê-la perfeitamente, devemos depender da graça e sabedoria do mesmo Espírito Santo que inspirou os seus escritores (Is 41:22, Dn 2:28, 8:17-19, 9:23-25, 10:11-12, Lc 10:22, 21:36, Jo 15:15, 16:13, 17:26, I Co 2:10-14, I Jo 2:27, Ap 22:6).

Cremos que a Bíblia deve ser lida e interpretada em seu contexto e não em versículos isolados, pois existem muitas passagens poéticas ou em parábolas que não devem ser tomadas ao pé da letra, mas no seu sentido espiritual, cujos mistérios são dados a conhecer somente àqueles a quem o Senhor quiser revelar (Mt 13:10-11, Lc 8:9-10).

Cremos, inclusive, que nenhuma Igreja ou autoridade no mundo pode acrescentar qualquer texto às Sagradas Escrituras porque ela é, por si só, autossuficiente e fiel. (Mt 5:18-19, Gl 1:8-9), e qualquer pessoa que se atrever a mudar as Escrituras, acrescentar ou tirar qualquer palavra sua, atrairá todas as pragas descritas no Livro (Ap 22:18) e ainda perderá a sua parte no Livro da Vida (Ap 22:19).

1-   AS ESCRITURAS SAGRADAS

Cremos nas Escrituras Sagradas como a Palavra Viva de Deus aqui na Terra porque o próprio Senhor Jesus testificou de sua verdade e origem. Desde a sua tentação no deserto, bem como em seus sermões, ou profecias, Jesus sempre dizia: “está escrito” ou “nunca lestes?”, e jamais pregou sobre tradições religiosas ou textos extra bíblicos, a não ser para combatê-los (Mt 4:4, 4:6, 4:7, 4:10, 5:17-18, 11:10, 21:13, 21:42, 22:29-32, 23:35, 25:31, 26:24, 26:31, Mc 2:25, 7:6, 9:12, 9:13, 10:5, 11:17, 12:10, 14:21, 14:49, Lc 4:16-21, 6:3, 10-26, 17:26, 18:31, 20:17, 22:37, Jo 6:45, 8:17, 10:34-36).

Jesus, ressuscitado, confirmou a veracidade das Escrituras, mostrando seu fiel cumprimento, pregando desde Moisés, os Profetas e Salmos (Lc 24:25-44), e ainda abriu os entendimentos dos discípulos para compreenderem as Escrituras (Lc 24:46).

Cremos que Jesus citou largamente a Escritura hebraica, assim como os demais Apóstolos, porque o Novo Testamento ainda não havia sido escrito; mas cremos que o Novo Testamento é igualmente bíblico e inspirado por Deus, porque traz os “escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu Nome” (Jo 20:31, Ap 1:19, 2:1, 2:8, 2:12, 2:18, 3:1, 3:7, 3:14, 14:13, 19:9, 21:5).

Por isso, cremos totalmente na inspiração Divina das Escrituras, tanto no Antigo como no Novo Testamento (2 Tm 3:16-17), e que a Bíblia é um livro divino-humano, assim como Jesus é Deus e perfeitamente humano (Jo 5:27, 8:28, I Tm 2:5). Humano, porque foi escrito por homens e, às vezes, manifesta pensamentos e sentimentos humanos, como, por exemplo, os discursos errôneos feitos sobre Deus pelos amigos de Jó (Jó 42:7), e tem fatos históricos e políticos que pertencem aos homens, como muitas partes dos livros de Reis e Crônicas.

Cremos que a Bíblia é um Livro Divino, porque é obra de homens inspirados por Deus (II Tm 3:16), sendo que seus escritores e profetas foram guiados para trazer-nos palavras revestidas de sentido mais profundo, que eles mesmos, muitas vezes, desconheciam (I Pe 1:10-12, Dn 8:15, 12:8-12). Por isso os seus escritores são chamados de “homens impelidos pelo Espírito Santo” (Êx 24:12, 34:27, Nm 31:21, Dt 32:46-47, Js 1:7, Ed 7:6, II Sm 23:2, Is 30:8, Jr 30:1-3, 36:1-2, Ez 24:1-2, Hc 2:2, II Pe 1:20-21, Ap 1:19, 19:9, 21:5, 22:6).

Cremos que a aceitação da Bíblia como Palavra de Deus é uma questão de fé e não de ciência sem, contudo, ser irracional e ilógica, pois a cada dia que passa a Ciência confirma as Escrituras ao invés de desmenti-la.

A própria Bíblia testifica que seus escritos saem da boca de Deus (Êx 5:1, Nm 14:28, Js 7:13, I Sm 2:27, 2 Sm 7:5, I Rs 11:31, 12:24, 13:2, II Rs 1:417, 7:1-19, Is 7:7, 38:5, 43:1, Jr 2:2, Ez 2:1-5, Jl 2:12, Am 1:3, Ob 1:1, Mq 2:3, Ag 1:2, Zc 1:3, Ml 1:4), o que o nosso coração confirma, porque, ao ler a Bíblia, sentimos Deus falando conosco. Nenhum outro livro na Terra proporciona isso.

Cremos que a Bíblia merece total confiança como revelação de Deus, porque é o único Livro que relata o passado, o presente e o futuro, sendo que as dúvidas e interrogações devem-se, principalmente, à incapacidade humana de interpretá-la.

Cremos que, para entendê-la perfeitamente, devemos depender da graça e sabedoria do mesmo Espírito Santo que inspirou os seus escritores (Is 41:22, Dn 2:28, 8:17-19, 9:23-25, 10:11-12, Lc 10:22, 21:36, Jo 15:15, 16:13, 17:26, I Co 2:10-14, I Jo 2:27, Ap 22:6).

Cremos que a Bíblia deve ser lida e interpretada em seu contexto e não em versículos isolados, pois existem muitas passagens poéticas ou em parábolas que não devem ser tomadas ao pé da letra, mas no seu sentido espiritual, cujos mistérios são dados a conhecer somente àqueles a quem o Senhor quiser revelar (Mt 13:10-11, Lc 8:9-10).

Cremos, inclusive, que nenhuma Igreja ou autoridade no mundo pode acrescentar qualquer texto às Sagradas Escrituras porque ela é, por si só, autossuficiente e fiel. (Mt 5:18-19, Gl 1:8-9), e qualquer pessoa que se atrever a mudar as Escrituras, acrescentar ou tirar qualquer palavra sua, atrairá todas as pragas descritas no Livro (Ap 22:18) e ainda perderá a sua parte no Livro da Vida (Ap 22:19).

bannerMemorial

Sexta, 26/01, às 15 e 19h Cura Divina e Libertação SEDE RIO DE JANEIRO   Av. Vicente de Carvalho, 1121 - Vila da Penha - Rio de Janeiro - RJ

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na segunda-feira 29/01/2018?