Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. William Alves

Pr. William Alves

Sede Estadual – [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected] [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Mercado sobe PIB e inflação de 2017, e piora estimativas de 2018

Os analistas do mercado financeiro consultados pelo Boletim Focus aumentaram as estimativas de inflação e crescimento do PIB para o ano de 2017. Já as previsões para 2018 foram revisadas para baixo, segundo documento divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central.

A estimativa é de que a inflação de 2017 foi uma alta de 2,79%, ante estimativa de 2,78% no boletim anterior. Se confirmado, o resultado fica abaixo do piso de 3% – o centro da meta é de 4,5%. O resultado do IPCA de dezembro e do ano passado será divulgado pelo IBGE nesta sexta-feira, e o acumulado até novembro é de 2,50%.

Para o crescimento do PIB do último ano, as apostas dos analistas foram de 1,00% para 1,01%. O resultado do desempenho da economia no quarto trimestre de 2017, bem como o do ano, só serão divulgados pelo IBGE março.

Em relação a 2018, as estimativas para a inflação caíram de 3,96% para 3,95%. O centro da meta para o ano também é de 4,5% – com margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual para cima ou para baixo.

Os analistas esperam que o PIB feche este ano com crescimento de 2,69%, ante 2,70% na leitura anterior. A previsão para a taxa Selic permanece inalterada pela terceira semana consecutiva, em 6,75% ao ano. A taxa está em 7%, o menor nível da história, a a próxima reunião do Copom sobre o assunto acontecerá em fevereiro.

Fonte: VEJA


bannerMemorial

Dom. dia 21/10, às 8h     Reunião do Santo Jejum   SEDE ZONA LESTE         Av. Celso Garcia, 6076 - Penha - São Paulo - SP